AFP

(Arquivo) Avião na Letônia em 13 de junho de 2016

(afp_tickers)

Um avião da companhia espanhola Air Europa teve que retornar ao aeroporto de Miami porque teria sido atingido por um raio que danificou o para-brisa na cabine, confirmou nesta quinta-feira o porta-voz da empresa aérea.

Não foram registrados feridos após o incidente e os 178 passageiros foram recolocados em outros voos ou enviados a um hotel.

O Boeing 787-8 retornou duas horas depois de ter partido a noite de quarta-feira "devido a danos mecânicos, aparentemente por causa da tempestade elétrica", disse à AFP Greg Chin, porta-voz do departamento de aviação do condado de Miami-Dade, no sul da Flórida.

O voo 98 da Air Europa havia saído do aeroporto internacional de Miami às 21H30 de quarta-feira rumo a Madri, para uma viagem de oito horas que precisou mudar de rota quando voava sobre as Bahamas. O avião retornou ao terminal às 23H30 do horário local.

"Técnicos da companhia estão voando neste momento de Madri para trabalhar na aeronave danificada", disse Chin.

A companhia não respondeu imediatamente as consultas da AFP.

Imagens publicadas nas redes sociais mostravam o vidro do para-brisas da nave totalmente estilhaçado.

Os passageiros contaram à filial local da ABC que pouco depois de uma hora de ter partido, e em meio a uma forte turbulência, o piloto anunciou que voltariam a Miami.

"Disseram que havíamos sido atingidos por um raio", disse Adam Wright. "Nunca estive sob tanta turbulência na minha vida".

"Meu coração está com os pilotos, porque deve ter sido muito mais drástico para eles que para nós na parte de trás do avião", acrescentou Cristina Dwyer.

AFP

 AFP