Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Aviões operados pela companhia japonesa ANA, no aeroporto internacional de Tóquio

(afp_tickers)

As autoridades japonesas anunciaram, nesta quinta-feira (28), a descoberta de um painel de fuselagem de um avião da companhia aérea ANA que, no início do mês, perdeu a mesma peça em voos consecutivos.

Um dos painéis foi descoberto no terreno de uma fábrica da prefeitura de Ibaaraki, ao nordeste de Tóquio.

O número de série permitiu estabelecer que se trata do painel que se soltou em 7 de setembro passado de um Boeing 767 da ANA. A aeronave decolou na China com destino ao aeroporto de Tóquio-Narita.

"Depois de ter controlado minuciosamente as peças e de ter substituído o painel, o avião retornou para a China em 8 de setembro", mas o novo painel voltou a se soltar durante o voo de regresso para Narita, acrescentou um porta-voz da empresa.

O painel perdido duas vezes pelo Boeing 767 no mesmo trajeto cobre o lugar onde fica o tobogã de emergência.

A queda dos painéis foi provocada por uma falha no cilindro de gás que aciona o tobogã.

O cilindro expulsou gás de forma intempestiva, causando duas vezes a queda do painel.

"O cilindro foi substituído e, portanto, o incidente não voltará a acontecer", declarou o porta-voz.

Na semana passada, um painel de 4,3 quilos de um avião da KLM caiu pouco depois da decolagem do aeroporto de Osaka, rompendo o para-brisas de um automóvel sem deixar vítimas.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP