Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Destruição após terremoto, em Pedernales, no dia 19 de abril de 2016

(afp_tickers)

Uma semana depois do terremoto que devastou a costa do Equador, as autoridades anunciaram um balanço atualizado de 646 mortos e mais de 12.000 feridos.

"Ainda temos 130 desaparecidos, 646 falecidos, 12.492 feridos atendidos, 26.091 pessoas em abrigos", disse o presidente Rafael Correa.

De acordo com o presidente equatoriano, "111 pessoas foram resgatadas com vida, um número extraordinário"".

O terremoto de 7,8 graus sacudiu o Equador no sábado passado.

Correa, que avaliou os danos em quase três bilhões de dólares, advertiu que a reconstrução será longa e cara. O governo anunciou drásticas medidas econômicas, que incluem o aumento do IVA de 12% a 14% durante um ano e contribuições salariais obrigatórias, entre outras ações.

AFP