AFP

O ciclo de altas na taxa de juros do México também seguiu movimentos parecidos do Federal Reserve (Fed) dos Estados Unidos

(afp_tickers)

O Banco Central do México elevou nesta quinta-feira sua taxa de juros em 25 pontos base a 6,75% para controlar uma crescente inflação, situando-a no mesmo nível de março de 2009, durante a crise financeira global.

A instituição disse em um comunicado que tomou a decisão para reduzir as expectativas de inflação e para evitar uma contaminação no processo de formação de preços da economia.

O ciclo de altas na taxa de juros do México também seguiu movimentos parecidos do Federal Reserve (Fed) dos Estados Unidos.

Os mexicanos enfrentam uma retomada da inflação desde o início desse ano pelo aumento dos preços da gasolina e do golpe da desvalorização do peso frente ao dólar.

AFP

 AFP