Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O espanhol Banco Santander, o primeiro da zona euro em capitalização, anunciou uma queda do lucro líquido de 14% no terceiro trimestre de 2017, com relação ao ano anterior, afetado pelo custo de integração do Banco Popular

(afp_tickers)

O espanhol Banco Santander, o primeiro da zona euro em capitalização, anunciou, nesta quinta-feira (26), uma queda do lucro líquido de 14% no terceiro trimestre de 2017, com relação ao ano anterior, afetado pelo custo de integração do Banco Popular, adquirido em junho.

O resultado, de 1,461 bilhão de euros, é muito inferior às previsões dos analistas consultados pela agência de informações financeiras Factset, que esperavam em média 1,87 bilhão de euros.

O Santander explicou, em um comunicado, que precisou levar em conta "gastos não repetidos de 300 milhões de euros pela integração do Popular", outrora o sexto maior banco espanhol, que foi adquirido pelo valor simbólico de um euro.

O Banco Santander confirmou, contudo, suas metas financeiras e prevê "um crescimento de dois dígitos do lucro por ação em 2018".

Durante os nove primeiros meses do ano, seu lucro líquido subiu 10%, a 5,077 bilhões de euros.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP