Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Mais de 400 mil refugiados muçulmanos rohingyas fugiram de Mianmar, rumo a Bangladesh, nas últimas três semanas

(afp_tickers)

Bangladesh construirá cerca de 14 mil novos abrigos para receber os milhares de refugiados muçulmanos rohingyas que fogem de Mianamar - anunciou uma fonte oficial neste sábado (16).

Cerca de 400 mil rohingyas chegaram a Bangladesh desde o final de agosto, segundo a ONU, fugindo de uma campanha de repressão do Exército birmanês em resposta a ataques dos rebeldes rohingyas.

"O governo decidiu construir 14 mil abrigos para 400 mil rohingyas", disse à AFP o secretário para a gestão de desastres de Bangladesh, Shah Kamal, acrescentando que serão construídos em "dez dias".

"Cada abrigo terá capacidade para seis famílias", descreveu, explicando que os acampamentos onde essas instalações serão construídas contarão com água e serviços médicos e sanitários.

Os refugiados rohingyas chegam a Bangladesh exaustos, desamparados e famintos, após caminhar durante dias debaixo de chuva. Autoridades locais e organizações internacionais se esforçam para administrar o crescente êxodo, sem precedentes neste conflito.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP