Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Homem retira dinheiro de caixa eletrônico em Hollywood no dia 24 de outubro de 2012

(afp_tickers)

As autoridades americanas e o Bank of America (BofA) chegaram a um acordo pelo qual a instituição pagará uma multa de entre 16 e 17 bilhões de dólares, informaram nesta quarta-feira New York Times e Wall Street Journal, citando fontes ligadas às negociações.

A multa é a mais elevada já imposta a uma entidade financeira, superando os 13 bilhões de dólares pagos pelo JPMorgan Chase em novembro passado para evitar uma ação legal.

BofA deve pagar 9 bilhões de dólares em dinheiro ao departamento de Justiça, aos Estados e a agências governamentais, segundo os dois jornais.

O restante do valor envolverá medidas para indenizar proprietários afetados por práticas do Banco no setor imobiliário e clientes.

O acordo deve ser anunciado até a próxima semana, disse à AFP uma fonte ligada às negociações, que pediu para não ser identificada.

BofA não comentou a informação.

O departamento de Justiça dos Estados Unidos investigava o Bank of America por vender, antes da crise, produtos vinculados a créditos imobiliários de risco que provocaram elevados prejuízos aos compradores.

Em julho passado, o Citigroup aceitou pagar uma multa de 7 bilhões de dólares para resolver um litígio similar.

AFP