AFP

Michel Barnier chega em 11 de maio de 2017 ao parlamento irlandês em Dublin

(afp_tickers)

O Reino Unido e a União Europeia manterão uma boa relação depois do Brexit se negociarem a separação sem agressividades, afirmou nesta quinta-feira na Irlanda o principal negociador do bloco, Michel Barnier.

"Se negociarmos com respeito mútuo, sem nenhuma agressividade, não haverá motivos pelos quais nossa forte Europa não possa manter uma relação sólida com o Reino Unido", afirmou Barnier em um discurso no parlamento irlandês, depois de semanas de tensão entre Bruxelas e Londres.

Por ocasião da dissolução do Parlamento para as eleições de 8 de junho, a primeira-ministra britânica Theresa May denunciou as ameaças de "políticos e funcionários europeus a fim de incidir nos resultados das eleições".

Barnier abordou o impacto que o Brexit pode ter na Irlanda, que compartilha fronteira terrestre com o Reino Unido, mais exatamente com a Irlanda do Norte, província que foi cenário de um conflito sectário entre leais a Dublim e a Londres e que acabou em 1998 com os Acordos de Paz da Sexta-feira Santa.

A Irlanda teme que a volta dos controles alfandegários coloque em perigo a precária paz na Irlanda do Norte e favoreça a volta do conflito.

"Nada nessas negociações deverá colocar a paz em risco. Nada", enfatizou Barnier.

AFP

 AFP