Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O Pentágono emitiu novas diretrizes para os militares ao permitir que as instalações nos Estados Unidos derrubem drones comerciais ou particulares que considerem uma ameaça

(afp_tickers)

O Pentágono emitiu novas diretrizes para os militares ao permitir que as instalações nos Estados Unidos derrubem drones comerciais ou particulares que considerem uma ameaça, disseram as autoridades nesta segunda-feira.

O porta-voz do Pentágono, capitão Jeff Davis, informou que as diferentes instituições das Forças Armadas receberam a nova orientação na sexta-feira, e isso será repassado às bases militares.

Embora os detalhes da nova política sejam reservados, Davis disse que a equipe nas bases designadas como zonas de proibição de voo já podem derrubar aviões não-tripulados que sejam considerados uma ameaça para pessoas, instalações ou outros ativos.

"Nos reservamos o direito de autodefesa e, quando se trata de aviões não-tripulados que operam sobre as instalações militares, esta nova orientação nos oferece a possibilidade de tomar medidas para deter essas ameaças", disse Davis.

Todas as atividades de aviões não-tripulados nos Estados Unidos devem seguir as normas e diretrizes da Administração Federal de Aviação.

AFP