Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O caso chocou os moradores de Wilde, uma cidade da periferia sul de Buenos Aires. Os vizinhos disseram à imprensa que ouviam frequentes discussões entre o casal.

(afp_tickers)

Um homem agrediu e colocou sua filha de 14 meses em uma máquina de lavar roupas em funcionamento na Argentina, informou nesta sexta-feira uma fonte da justiça.

"A criança ficou gravemente ferida e foi levada para o Garrahan, o maior hospital pediátrico de Buenos Aires. Ela não corre mais risco de morrer", disse Alejandro Ruggeri, promotor encarregado do caso.

O agressor, de 33 anos, já tinha antecedentes criminais por agressão e está detido.

O caso chocou os moradores de Wilde, uma cidade da periferia sul de Buenos Aires. Os vizinhos disseram à imprensa que ouviam frequentes discussões entre o casal.

Luciana Chazarreta, ex-mulher do responsável pela agressão, disse que ele tinha problemas com choro de crianças e com barulhos de animais.

"Quando o gato miava, ele colocava o animal na lavadora de roupas ou no freezer. Também matava cães de estimação quando eles latiam", disse ela.

O delegado Manuel Canosa disse que, antes de atacar a filha, o homem já tinha agredido a mulher a socos.

Após a agressão, o homem "pegou a menina pelos tornozelos e a colocou no tambor da máquina de lavar. Por sorte, a mãe reagiu imediatamente e a tirou de lá segundos depois", indicou Canosa aos jornalistas.

AFP