Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Quando era criança, Bela Gil não entendia por que seu pai, Gilberto Gil, comia coisas que considerava estranhas, como tofu ou algas. Agora, é ela quem cozinha pratos polêmicos, que a tornaram uma guru da vida saudável

(afp_tickers)

Quando era criança, Bela Gil não entendia por que seu pai, Gilberto Gil, comia coisas que considerava estranhas, como tofu ou algas. Agora, é ela quem cozinha pratos polêmicos, que a tornaram uma guru da vida saudável.

Em seu programa na tv a cabo, "Bela Cozinha", Gil explica como fazer uma feijoada vegetariana, nhoque de mandioca ou um pesto de cacau reivindicando a riqueza dos ingredientes naturais do país tropical, onde a maioria prefere carne ou frituras.

"Acredito que o brasileiro tem diminuído o consumo de comida de verdade, caseira, com verduras, legumes, para um consumo maior de alimentos industrializados porque eles são mais baratos e mais competitivos", declara à AFP a nutricionista e cozinheira de 29 anos em seu colorido estúdio no Rio de Janeiro.

Com ceca de um milhão de seguidores no Facebook, a sétima dos oito filhos de Gilberto Gil é um verdadeiro fenômeno: tem dois restaurantes na zona sul do Rio, três livros de receita 'best-seller' vários produtos no mercado com sua imagem, de uma linha de alimentos orgânicos a uma coleção de roupas inspirada em seus vestidos estampados.

Muito parecida com o ícone do tropicalismo, Bela dá o rosto a uma cozinha "naturalmente brasileira", onde a manteiga é substituída por óleo de coco, os ovos por linhaça triturada, o leite de vaca por leite de amêndoas e o churrasco por melancia assada.

Suas opções de troca de ingrediente geram 'memes' muito populares na web e mostram que seu discurso ainda está na contracorrente no país, embora nunca tenha sido na casa dos Gil.

Na mesa de seu famoso pai, sempre houve um cardápio à parte. Desde de seu exílio nos anos 1970, em Londres, o artista começou a seguir uma dieta macrobiótica, em uma época em que comer arroz integral, algas ou feijão azuki só podia parecer uma excentricidade.

Gilberto Gil - recorda Bela - jamais obrigou seus filhos a seguir sua filosofia alimentar baseada no yin e yang, mas sempre deu conselhos: "Você está bebendo pouca água" ou "Você está comendo muito doce".

- Da comida à maternidade -

Bela começou a entender o que seu pai fazia aos 15 anos, quando o ioga a fez mudar o estilo de vida.

Aos 18 anos, foi morar em Nova York, onde estudou nutrição. E se especializou em alimentação holística, em busca de saúde física, emocional e espiritual.

"Quando eu entendi que o que ele fazia era incrível, acho que me senti segura, não me senti uma estranha, me deu força, sim, para continuar nesse movimento", explicou.

A preocupação com uma alimentação saudável e respeitosa em relação ao meio ambiente está em voga nos países ocidentais, mas nem tanto no Brasil, onde a pobreza aumenta enquanto que cultivos transgênicos e o desmatamento não cessam.

"O Brasil é um país muito rico e muito pobre. Tem muita gente que não tem poder de escolha", afirma Bela, que faz parte de uma ONG de gastronomia social e também apresenta um programa de rádio de nutrição infantil.

Mas suas rotinas sustentáveis não ficam só na gastronomia.

E, convicta de que só pode pregar dando o exemplo, Bela busca inspirar os brasileiros compartilhando outras práticas em seu canal no YouTube, onde mostra como fazer sua própria pasta de dente com cúrcuma, o que dar de comer para o bebê e até as alternativas do que usar no lugar de absorventes.

"A gente vem sendo muito manipulado por vários tipos de indústria, e somos conduzidos a pensar que só devemos comprar pasta de dente na farmácia, só devemos tomar leite de caixinha, tomar tal remédio... sair disso, entender que há alternativas a isso, é algo inimaginável para muita gente", lamenta.

O estilo despojado e pedagógico de Bela são o segredo de seu sucesso. Gilberto Gil diz que ela é a filha que mais se parece com ele, e não apenas fisicamente.

Quase sem segredos, a família Gil também protagoniza com ela muitos de seus vídeos. O mais conhecido de todos foi o do passo a passo do parto natural de seu segundo filho na piscina de sua casa.

Recentemente correu a notícia que, nesse dia, Bela comeu a placenta com vitamina de banana, a exemplo de algumas estrelas de Hollywood, e isso causou controvérsia.

Ela assegura que não se arrepende de nada e que não é ninguém para dizer o que é certo ou errado, apenas que o que ela faz a torna feliz.

"Eu fico muito feliz com os meus seguidores, sou muito grata a eles; acho que quanto mais gente nesse barco comigo, melhor", conclui, sorrindo.

AFP