Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Soldados turcos durante parada militar em 15 de novembro de 2016

(afp_tickers)

O governo alemão decidiu suspender a entrega de armamento para a Turquia, em um momento de maior tensão bilateral sobre direitos humanos - informou o jornal "Bild" nesta sexta-feira (21).

De acordo com o jornal, "o governo suspende todas as entregas em curso, ou previstas, à Turquia".

O braço direito de Angela Merkel na chancelaria alemã, Peter Altmaier, não confirmou a notícia, mas não excluiu novas medidas de represália contra a Turquia. Na véspera, Berlim já havia evocado sanções econômicas contra Ancara.

"Vamos, a todo momento, examinar se as novas medidas são necessárias", declarou ele ao canal de televisão ZDF, ressaltando que a "reorientação" da política alemã em relação a Ancara é um "processo" que se instalará no devido tempo entre esses dois países aliados na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

Ainda segundo a imprensa alemã, desde o início de 2016, Berlim bloqueou 11 exportações de "armas de punho, munições, ou componentes de armamento" para a Turquia, por medo de que fossem usadas para reprimir a oposição.

AFP