Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Trump (e) posa com Agalarov (2e) durante evento em 2013

(afp_tickers)

O bilionário russo Aras Agalarov chamou nesta quarta-feira de "invenção" a afirmação de que teria informações comprometedoras sobre Hillary Clinton, como sugerem e-mails publicados por Donald Trump Jr., filho mais velho do presidente dos Estados Unidos.

"São invenções. Não sei quem inventou e o que Hillary tem a ver com isto", afirmou em uma entrevista à rádio russa Business FM.

De acordo com os e-mails, Agalarov estaba disposto a fazer revelações comprometedoras a Trump Jr. sobre Clinton, então rival de Donald Trump na eleição presidencial.

O bilionário russo é um dos protagonistas de um novo escândalo sobre as supostas relações com a Rússia da equipe de campanha de Trump.

O filho mais velho do presidente americano indicou que, em maio de 2016, recebeu e-mails de Rob Goldstone, um editor britânico, ex-jornalista de um tabloide, empresário de artistas e amigo da família.

Goldstone dizia que o pai do cantor russo Emin Agalarov, que ele representava, tinha informações comprometedoras sobre Hillary Clinton.

Aras Agalarov afirmou que a informação não é correta.

"Apenas conheço (Rob Goldstone). Trabalhou como empresário de Emin durante um tempo, quando o promovia nos Estados Unidos ou algo assim", disse o milionário russo.

Agalarov também negou conhecer Trump Jr.

"Emin o conhece, não eu. Organizamos juntos o concurso de Miss Universo (em Moscou em 2013) e aconteceram contatos na época", explicou.

Com uma fortuna avaliada em dois bilhões de dólares, Aras Agalarov é presidente do Crocus Group, empresa especializada na construção de prédios comerciais.

O filho mais velho do presidente americano Donald Trump admitiu na terça-feira que se reuniu durante a campanha eleitoral de 2016 com uma advogada, Natalia Vesselnitskaia, apresentada como representante do governo russo, que poderia fornecer informações comprometedoras sobre a candidata democrata Hillary Clinton.

Vesselnitskaia é advogada da empresa Prevezon Holdings, que pertence a Denis Katsyv, filho de Piotr Katsyv, vice-presidente da empresa ferroviária russa (RJD) e alto funcionário do governo da região de Moscou.

AFP