Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Bill Gates participa de coletiva de imprensa, em Doha, no dia 13 de abril de 2016

(afp_tickers)

Bill Gates afirmou nesta quarta-feira que "com um pouco de sorte" a poliomielite será erradicada até 2017 no Paquistão e no Afeganistão, onde a doença infecciosa e contagiosa ainda está presente.

"Ainda há alguns casos, em apenas dois países neste momento, Paquistão e Afeganistão, e com um pouco de sorte neste ano ou no próximo ano teremos os últimos casos", afirmou o fundador da Microsoft, que continua sendo o homem mais rico do mundo, segundo a classificação anual da revista Forbes.

Gates fez esta declaração em Doha por ocasião do anúncio de uma doação de 50 milhões de dólares do Catar ao Fundo criado em conjunto pela Fundação Bill e Melinda Gates e pelo Banco Islâmico de Desenvolvimento (BID) para lutar contra a pobreza no mundo muçulmano.

O Paquistão fixou como objetivo erradicar a partir de 2016 a poliomielite, doença infantil que provoca paralisia.

Além de Paquistão e Afeganistão, outros países são considerados vulneráveis, como Síria, Sudão do Sul e Camarões.

Bill Gates, já conhecido por sua contribuição à luta contra a malária, saudou a injeção de dinheiro por parte do Catar, "etapa importante para ajudar os mais pobres".

AFP