Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Os sites Bing, Yahoo e Microsoft são vistos em um computador, no dia 29 de julho de 2009, em San Anselmo, Califórnia

(afp_tickers)

A Microsoft disse nesta quinta-feira que o Bing, seu motor de busca, será reconfigurado para dar mais destaque aos sites adaptados às plataformas móveis - um reconhecimento da importância crescente de smartphones e outros dispositivos similares.

O anúncio vem apenas algumas semanas depois que o Google implementou uma mudança semelhante. Os movimentos pelos dois motores de busca pode ter grandes implicações para os operadores de sites, anunciantes e aqueles que buscam otimizar rankings de busca.

"Com base em dados de interação dos usuários com o Bing, temos visto que os usuários móveis são capazes de satisfazer suas necessidades de informação muito mais rápido em pesquisas que retornam com mais sites 'mobile-friendly'", explicou Shyam Jayasankar, da Microsoft.

"Com isso em mente, vamos marcar os sites adaptados ao uso móvel quando eles aparecerem nos resultados".

A Microsoft disse, porém, que a interface móvel seria apenas um dos fatores considerados ao exibir resultados de pesquisa.

Jayasankar disse que as páginas que são altamente relevantes para uma pesquisa não vão ser penalizadas mesmo que as páginas mobile-friendly recebam um impulso.

"Este é um bom equilíbrio e chegar a esse levou algumas alterações, mas acreditamos que agora estamos mais perto", afirmou Jayasankar.

Ele disse que as mudanças são esperadas para os "próximos meses ".

Estima-se que mais de metade das pesquisas na Internet em todo o mundo sejam feitas em telefones celulares, uma tendência impulsionada por países em desenvolvimento, onde o uso de smartphones é maior do que o de computadores.

AFP