AFP

A Boeing anunciou nesta segunda-feira, no primeiro dia do Salão Aeronáutico de Le Bourget, o lançamento do 737 MAX 10, uma versão maior de seu avião de médio alcance, destinada a competir com o A321neo da Airbus

(afp_tickers)

A Boeing anunciou nesta segunda-feira, no primeiro dia do Salão Aeronáutico de Le Bourget, o lançamento do 737 MAX 10, uma versão maior de seu avião de médio alcance, destinada a competir com o A321neo da Airbus.

"Hoje temos o prazer de anunciar oficialmente o mais recente membro da família 737, o MAX 10", afirmou Kevin McAllister, diretor da unidade de aviação civil da Boeing.

A aeronave, com entre 190 e 230 assentos, competirá com o A321neo da Airbus. O grupo europeu reivindica, graças à família A320neo, 60% do mercado no segmento de aviões de médio.

"Será o maior e mais eficaz integrante da família MAX", disse McAllister.

O MAX 10, que completa a gama de aviões de apenas um corredor da empresa americana (ao lado do 737 MAX 7, Max 8 e Max 9) reduzirá em 5% o custo operacional por assento na comparação com o A321neo, informou a Boeing.

AFP

 AFP