AFP

(Arquivos) Funcionário da Boeing

(afp_tickers)

A fabricante de aviões Boeing vai cortar centenas de postos de engenheiros de aviação civil para fazer frente a uma redução das vendas, afirmou nesta segunda-feira à AFP um porta-voz da empresa.

"Em nossos esforços contínuos por aumentar nossa competitividade e investir no futuro, reduzimos custos para fazer coincidir o nível dos empregos com a demanda do mercado e com o nível de atividade", declarou Doug Alder.

"As reduções de efetivos, que incluem chefes e dirigentes, serão feitas através de um plano de demissões voluntárias e, em alguns casos, de demissões forçadas", acrescentou o porta-voz.

Esta cura de austeridade, que será efetiva no próximo 23 de junho, afeta principalmente aos lugares de produção de Boeing no estado de Washington, indicou à AFP uma fonte próxima.

AFP

 AFP