Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(4 jul) Civis que fugiram de Raqa, Deir Ezzor e Mayadeen reúnem-se em uma estação rodoviária da Síria

(afp_tickers)

Os bombardeios da coalizão liderada pelos Estados Unidos mataram 224 civis na cidade de Raqa desde 6 de junho, quando uma aliança curdo-árabe entrou por via terrestre no reduto do grupo Estado Islâmico (EI) na Síria - informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos nesta quinta-feira (6).

Segundo o OSDH, há 38 crianças entre as vítimas letais desses bombardeios lançados pelos Estados Unidos, país que fornece apoio aéreo à aliança que tenta reconquistar essa cidade do norte da Síria.

AFP