Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Os bombardeios afetaram várias localidades do leste da província de Deir Ezzor

(afp_tickers)

Pelo menos 39 pessoas morreram nesta quinta-feira (14) em ataques aéreos russos e da coalizão internacional na província síria de Deir Ezzor, onde duas ofensivas estão em andamento contra o grupo Estado Islâmico (EI) - informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Os bombardeios, que mataram sete crianças, atingiram várias localidades da província de Deir Ezzor, de acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Dezenas de civis morreram em circunstâncias semelhantes nos últimos dias nesta província na fronteira com o Iraque, rica em petróleo, e que atualmente é palco de duas ofensivas contra o EI.

A Força Aérea russa apoia as forças do governo Bashar al-Assad, que concentram suas operações na capital provincial de Deir Ezzor, território sobre o qual agora têm um controle de 65%.

A coalizão internacional liderada por Washington apoia as Forças Democráticas da Síria (FDS), uma aliança de combatentes árabes e curdos, na margem leste do rio Eufrates.

A aviação russa matou 13 civis na cidade de Mayadin, de acordo com o OSDH. Ainda nas mãos do EI, Mayadin acolheu recentemente alguns dos extremistas do EI retirados da fronteira sírio-libanesa com suas famílias, em virtude de um acordo negociado pelo Hezbollah.

O movimento xiita libanês é um aliado de Damasco no conflito sírio.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP