Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente Michel Temer, em Brasília, no dia 5 de janeiro de 2017

(afp_tickers)

O governo brasileiro estuda negociar com os Estados Unidos o uso de sua base de lançamento de satélites de Alcântara com a perspectiva de ter acesso ao uso de tecnologia espacial, indicou à AFP o Ministério das Relações Exteriores.

"O governo brasileiro está mantendo discussões internas sobre a possibilidade de retomada das negociações com os EUA sobre o uso do Centro de Lançamento de Alcântara, no Maranhão", informou a chancelaria.

Esse exame interno, que envolve vários ministérios e agências, "leva em consideração o potencial comercial do uso da base, cuja localização é privilegiada para o lançamento de satélites", destacou.

Por sua localização, muito próxima à linha do Equador, a base permite colocar em órbita de forma mais rápida os foguetes e "economizar até 30% de combustível".

O governo de Michel Temer avalia também que essa negociação possa supor a "eliminação de barreiras para o uso de tecnologias sensíveis para o Brasil, inclusive no desenvolvimento do programa espacial brasileiro".

O chanceler José Serra disse que esta negociação será uma das primeiras medidas a ser discutida com o novo presidente americano, Donald Trump, segundo o jornal O Globo.

AFP