Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente Michel Temer

(afp_tickers)

O governo brasileiro expressou nesta sexta-feira sua preocupação com a situação na Síria, depois de um ataque realizado pelos Estados Unidos contra posições do regime sírio em represália a um suposto ataque químico atribuído a Damasco.

O Brasil está preocupado "com a escalada do conflito militar na Síria e reitera sua consternação com as notícias do uso de armas químicas", segundo a nota do Palácio do Itamaraty.

A chancelaria pediu "investigações amplas e imparciais sobre o ocorrido em Idlib" (onde um suposto ataque químico deixou dezenas de mortos) para que haja "punição para os responsáveis".

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP