Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Uma turista brasileira registrada em um voo da Air France entre Roissy (norte de Paris) e Copenhague recebeu o cartão de embarque de outra passageira, francesa, e acabou, horas mais tarde, em Atenas

(afp_tickers)

Uma turista brasileira registrada em um voo da Air France entre Roissy (norte de Paris) e Copenhague recebeu o cartão de embarque de outra passageira, francesa, e acabou, horas mais tarde, em Atenas, contou à AFP.

"Meu cartão de embarque estava em nome de outra pessoa e eu não tive tempo para verificar, estava com pressa", disse Ana Maria Bittencourt Marques a uma jornalista da AFP nesta quarta-feira à noite na capital dinamarquesa, um dia depois do seu regresso de Atenas.

No aeroporto de Paris, "um funcionário da companhia viu meu cartão e o meu passaporte, mas não verificou que os nomes eram diferentes", acrescentou a mulher de 45 anos, natural de Porto Alegre.

Em nenhum momento, no embarque ou antes da decolagem, a passageira, que não fala francês nem inglês, se deu conta do equívoco.

Até o desembarque em Atenas... Lá ela recebeu apoiou da companhia francesa que ofereceu um voo de regresso a Copenhague via Luxemburgo.

A Air France indicou à AFP que "um passageiro que deveria ir para Copenhague num voo da Air France AF1750 de 25 de julho embarcou no voo AF1232 para Atenas".

"Assim que chegou em Atenas, foi encaminhada para Copenhague", disse a empresa, acrescentando que uma investigação interna foi aberta para explicar como dois passageiros embarcaram no mesmo voo com a mesma identidade.

Além do desconforto pessoal, Ana Maria expressou preocupação quanto a uma violação das regras de segurança do transporte aéreo.

"Como vou me sentir seguro depois disso?", questionou.

Air France ressaltou que a segurança das passageiras não esteve ameaçada e que "os passageiros e sua tripulação" são suas "prioridades absolutas".

A passageira francesa, Marie-Christine Midavaine, indicou por sua vez que viajou com segurança a Atenas. "Recebi um telefonema da Air France algumas horas depois da minha chegada perguntando se tudo estava bem, se eu tinha recuperado minha bagagem", disse ela. "Eles falaram de um erro no momento do registro e só".

burs/ik-gab/hdy/mdr/,r

AFP