Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Papa Francisco

(afp_tickers)

"Nem uma só vez mostrou a misericórdia que esperávamos de você em relação aos animais": a atriz francesa Brigitte Bardot fez uma crítica contundente ao Papa Francisco em uma carta enviada este mês, da qual a AFP obteve uma cópia nesta quinta-feira.

"Você aborda a miséria humana favorecendo estranhamente a migração muçulmana em detrimento dos cristãos do Oriente Médio, porém, mais miserável do que o destino destes seres humanos, é o dos animais, que não se beneficiam de nenhum apoio e são um mundo infinito de dores sem voz", escreve Bardot na carta.

Na encíclica "Laudato si", no entanto, publicada em 2015, o papa celebra a dignidade das espécies e defende a "rejeição a qualquer domínio despótico e irresponsável do ser humano sobre as outras criaturas".

Bardot, que ressalta que suas duas cartas anteriores ficaram sem resposta, acredita que a terceira "chegará ao coração" daquele que leva o nome do santo dos animais.

A atriz, que completa 83 anos nesta quinta-feira, se tornou uma grande ativista da causa animal há quase 40 anos.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP