Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Faixa informativa sobre o vírus Ebola, perto do Centro Médico John F. Kenney, na Monróvia, em 19 de agosto de 2014

(afp_tickers)

Um cidadão britânico que vive em Serra Leoa foi confirmado como contaminado pelo vírus Ebola, anunciou o Departamento de Saúde, em Londres, neste sábado.

Segundo o Departamento, o doente já está recebendo assistência consular. O governo britânico não divulgou o nome do paciente.

O professor John Watson, funcionário de alto escalão do Departamento britânico de Saúde, garantiu que o risco do vírus Ebola para as pessoas que vivem no país "continua a ser ínfimo".

"Especialistas médicos estão, no momento, avaliando a situação em Serra Leoa para garantir que as medidas apropriadas sejam tomadas para enfrentar a epidemia", completou.

"Dispomos de um sistema de saúde (o Serviço Nacional de Saúde, NHS) sólido, bem desenvolvido e com capacidade para enfrentar doenças infecciosas raras assim que elas aparecem, com o apoio de vários especialistas", insistiu.

O vírus já se propagou por Libéria, Guiné, Serra Leoa e, em menor medida, Nigéria, deixando 1.427 mortos desde o surgimento da epidemia em março passado.

AFP