Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

A companhia aérea British Airways manteve nesta quarta-feira seus voos para Tel Aviv, apesar das recomendações da Agência Europeia de Segurança Aérea (AESA) de não voar para o aeroporto internacional Ben Gurion

(afp_tickers)

A companhia aérea British Airways manteve nesta quarta-feira seus voos para Tel Aviv, apesar das recomendações da Agência Europeia de Segurança Aérea (AESA) de não voar para o aeroporto internacional Ben Gurion.

"Funcionamos normalmente. A segurança é nossa prioridade principal e continuamos examinando a situação com atenção", explicou um porta-voz à AFP.

A AESA fez sua recomendação poucas horas depois que a Agência Federal de Aviação Americanas (FAA) proibiu os voos para Israel durante 24 horas.

A proibição foi feita em função do impacto de um foguete lançado da Faixa de Gaza contra uma localidade próxima do aeroporto de Tel Aviv.

Outras companias europeias, como a Air France, Lufthansa e EasyJet, decidiram suspender seus voos.

AFP