Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(6 mai) Teste da cápsula Dragon na Flórida

(afp_tickers)

A Dragon, cápsula não tripulada da empresa americana SpaceX, se desacoplou nesta quinta-feira da Estação Espacial Internacional (ISS) e horas depois pousou no oceano Pacífico em frente a costa da Califórnia, informou a Nasa.

A cápsula foi liberada pela ISS, como estava previsto, às 11H04 GMT (8H04 de Brasília), tendo mergulhado na costa de Long Beach (Califórnia, oeste dos Estados Unidos) às 16H42 GMT (13h42 de Brasília).

A nave retornou à Terra com 1,4 tonelada de carga, incluindo amostras de experimentos médicos e biotecnológicos.

Esta foi a sexta missão de abastecimento da Dragon de um total de 12 contratadas pela Nasa com a SpaceX, em um contrato de 1,6 bilhão de dólares.

Em 2012, a cápsula fez uma viagem de teste até a ISS e se tornou o primeiro aparelho de uma empresa privada a ser acoplado à Estação.

Desta vez, foi lançada desde Cabo Cañaveral, na Flórida (sudeste), em 14 de abril e chegou na ISS três dias depois, com alimentos e mantimentos para a tripulação em órbita.

Na ISS vive uma equipe de seis astronautas internacionais, que normalmente retornam após seis meses de missão.

Mas dois homens, o americano Scott Kelly e o russo Mikhail Kornienko, estão passando um ano no laboratório para testar os limites do corpo e da mente humana e ajudar os cientistas a preparar missões mais prolongadas no espaço profundo no futuro. Eles estarão de volta em março do próximo ano.

A próxima viagem da Dragon está prevista para 26 de junho.

Outro fornecedor comercial espacial, Orbiter, está temporariamente fora de atividade para viagens de abastecimento. Seu foguete Antares explodiu logo após o seu lançamento em outubro de 2014, destruindo a cápsula de carga Cygnus que transportava.

AFP