Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente Michel Temer deixa hospital em Brasília, em 25 de outubro de 2017

(afp_tickers)

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira o parecer que livra o presidente Michel Temer de ser investigado pela Procuradoria-Geral da República por dirigir uma "organização criminosa" e obstruir a justiça.

Os votos a favor de Temer superaram os 172, do total de 513 deputados, o que barrou esta segunda denúncia contra o presidente, que exigia o aval de 342 (dois terços) votos.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP