Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Rinoceronte morto na África

(afp_tickers)

Caçadores mataram quatro rinocerontes em uma reserva na região central do Quênia, no pior ataque deste tipo em mais de 20 anos, informou a Agência Estatal de Conservação da Natureza, KWS.

O porta-voz da KWS, Paul Muya, disse que dois grupos de caçadores entraram durante a noite de 9 de julho na reserva de Ol Jogi Ranch, 225 km ao norte de Nairóbi.

"Mataram quatro rinocerontes e conseguiram escapar com três chifres", afirmou Muya.

De acordo com o porta-voz, este foi o pior ataque contra rinocerontes no Quênia desde 1988.

As autoridades prenderam dois suspeitos, que compareceram a um tribunal nesta segunda-feira.

De acordo com a KWS, caçadores mataram 22 rinocerontes desde o início do ano. O chifre do animal é apreciado no mercado negro asiático por constituir um ingrediente da medicina tradicional.

AFP