Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O governador da Califórnia firmou nesta quarta-feira uma lei que antecipa as primárias presidenciais de junho para março

(afp_tickers)

O governador da Califórnia firmou nesta quarta-feira uma lei que antecipa as primárias presidenciais de junho para março, para dar mais peso ao Estado com o sexto PIB do planeta.

Com primárias realizadas em junho, a Califórnia - bastião democrata - ficava relegada a segundo plano no processo de arrecadação de fundos e de influência na escolha dos candidatos e dos temas da campanha.

"Nossos eleitores precisam estar à frente e no centro da eleição presidencial", disse o senador estadual Ricardo Lara, que apresentou a lei, aprovada por democratas e republicanos.

A decisão pode ajudar eventuais pré-candidatos da Califórnia, como o prefeito de Los Angeles, Eric Garcetti, e a senadora Kamala Harris.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP