Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Manifestação no centro de San Diego para denunciar o presidente Donald Trump e sua política migratória

(afp_tickers)

As primeiras manifestações contra a visita do presidente Donald Trump ao estado da Califórnia, o mais populoso dos Estados Unidos e reduto democrata, foram registradas nesta segunda-feira.

Quase 200 pessoas protestaram no centro de San Diego contra a primeira visita de Trump como presidente ao estado. Elas criticaram, em particular, a política do governo contra a imigração.

O presidente republicando deve chegar às 11H30 locais (16H30 de Brasília) no estado e seguir para cidade de Otay Mesa, ao sul de San Diego, onde estão expostos os oito protótipos do muro que deseja construir sobre quase 3.000 quilômetros da fronteira com o México, uma de suas principais promessas de campanha.

Ariel Norcross, que estava no protesto, afirmou que não deseja a política de Trump e sua "retórica de ódio"".

"Já foi um desperdício de dinheiro construir oito protótipos que não servem para nada", disse.

Nesta terça-feira estão previstas diversas manifestações contra a visita do presidente ao estado.

A visita acontece em um momento de grande tensão entre o governo federal e o estado, especialmente na questão migratória. O procurador-geral Jeff Sessions acusou a Califórnia de obstruir deliberadamente a aplicação de leis federais ao oferecer proteção aos imigrantes sem documentos.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.









Teaser Longform The citizens' meeting

Teaser Longform The citizens' meeting

The citizens' meeting

AFP