Os Estados Unidos e o Canadá chegaram a um acordo para acabar com as tarifas dos EUA sobre o aço e o alumínio do Canadá, informaram os dois países em um comunicado conjunto nesta sexta-feira (17).

Os governos "concordam em eliminar... todas as tarifas que os Estados Unidos impuseram sob a Seção 232 às importações de produtos de aço e alumínio do Canadá e todas as tarifas que o Canadá impôs em retaliação pela ação da Seção 232", detalhou o comunicado.

Durante conferência em Washington, o presidente americano, Donald Trump, anunciou o fim das tarifas.

"Acabamos de chegar a um acordo com o Canadá e o México (para comercializar) sem a imposição de tarifas ou de tarifas importantes, disse Trump.

"Para nós e para os Estados Unidos, estas tarifas sobre o aço e o alumínio eram a maior barreira para o novo acordo TLCAN", reagiu em Ottawa o premiê canadense, Justin Trudeau.

"Demos um grande passo" rumo à ratificação, o que poderia ocorrer "nas próximas semanas".

O acordo entre Washington e Ottawa para cessar as tarifas sobre o aço e o alumínio é um avanço rumo ao novo tratado de livre comércio entre os três países, o T-MEC, disse Trudeau.

Até o momento, as autoridades mexicanas não se manifestaram sobre um acordo com os Estados Unidos.

As fortes tarifas impostas pelos EUA no ano passado por razões de segurança nacional - 25% sobre o aço e 10% sobre o alumínio - tornaram-se um grande obstáculo para a ratificação de um novo acordo comercial norte-americano negociado pelos dois países e pelo México.

O Canadá e o México foram inicialmente isentos das tarifas impostas pelo presidente Donald Trump, sob o argumento de segurança nacional como parte de suas táticas comerciais rigorosas.

Ao serem incluídos, os dois países implementaram a retaliação, com tarifas sobre uma série de produtos dos EUA.

Mesmo depois que os governos concordaram com uma revisão do acordo de livre comércio - o acordo EUA-México-Canadá - as tarifas permaneceram em vigor, mas autoridades em Ottawa e na Cidade do México disseram que não assinariam a menos que Washington removesse as tarifas sob os metais.

Não se sabe se o México também chegou a um acordo com a equipe comercial de Trump.

Segundo o comunicado, Washington removerá as tarifas sobre aço e alumínio e Ottawa encerrará a retaliação "não mais que dois dias após a emissão desta declaração".

Além disso, as autoridades dos dois países vão retirar todas as queixas apresentadas na Organização Mundial do Comércio.

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.