Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Hravn Forsne

(afp_tickers)

Um candidato de centro-direita nas eleições legislativas suecas se apresentou à imprensa nesta sexta-feira como filho ilegítimo do ex-presidente francês François Mitterrand.

Hravn Forsne, de 25 anos, é filho de Christina Forsne, 66 anos, que já contou sobre seu relacionamento com o presidente entre 1980 e 1995, período em que foi correspondente em Paris do jornal Aftonbladet e da televisão estatal sueca.

Forsne nunca quis comentar sobre a identidade do pai de seu filho, que nasceu em novembro de 1988. Mas este último afirma que sei pai era Mitterrand.

"Eu quero ser julgado pelo que eu sou, e não por quem meu pai era. Mas tudo bem, é assim. François Mitterrand era o meu pai", disse ao Kungsbacka-Posten.

Questionado pela AFP, Hravn Forsne disse que não queria voltar ao assunto. "Acabei de falar com a imprensa local, porque é importante para eles e para os meus concidadãos, para que os eleitores conheçam seus candidatos, mas não para a mídia internacional", disse em francês.

Ele acrescentou que não deseja notoriedade na França. "Eu sou um político sueco. E o que me interessa é a política sueca", ressaltou.

No entanto, ele admitiu acompanhar as notícias francesas via rádio e na internet.

Hravn Forsne, que vive em Kullavik (sudoeste), é membro do Partido Moderado do primeiro-ministro Fredrik Reinfeldt, e especialista em questões de educação. De acordo com a imprensa sueca, ele é candidato às eleições parlamentares de 14 de setembro.

AFP