Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Um homem assinalado como operador financeiro do cartel de Sinaloa, organização do chefe mexicano do narcotráfico preso Joaquín "El Chapo" Guzmán, foi detido com fins de extradição aos Estados Unidos, informou a Procuradoria-Geral do México

(afp_tickers)

Um homem assinalado como operador financeiro do cartel de Sinaloa, organização do chefe mexicano do narcotráfico preso Joaquín "El Chapo" Guzmán, foi detido nesta quinta-feira (26) com fins de extradição aos Estados Unidos, informou a Procuradoria-Geral do México.

Víctor Manuel "N" foi detido na madrugada desta quinta na capital mexicana e é buscado pela Justiça americana por acusações de associação criminosa, crimes contra a saúde e lavagem de dinheiro, informou a Procuradoria.

Por lei, o sobrenome do detido não pode ser revelado pelas autoridades mexicanas, embora meios de comunicação locais o tenham identificado como Víctor Manuel Félix Arellano, conhecido como "El Vic" e supostamente próximo aos filhos de Guzmán.

"É identificado como um dos prováveis operadores financeiros e de lavagem de dinheiro de um grupo criminoso com presença nos estados de Sinaloa e Baja California, assim como é o possível responsável pelo tráfico de entorpecentes até os Estados Unidos", disse o procurador especializado em crime organizado, Israel Lira, em conferência.

Também é considerado o intermediário da organização com outros grupos criminosos no estado de Guerrero (sul) para o tráfico de heroína, assim como do chamado "Triângulo Dourado", que compreende os estados mexicanos de Chihuahua, Durango e Sinaloa, no noroeste do México, acrescentou Lira.

O detido, de 30 anos, e originário de Sinaloa, operava com uma identidade falsa para poder adquirir propriedades e automóveis, assim como para administrar diversos negócios, declarou o funcionário. O seu principal campo de ação estava em seu estado natal, no estado de Jalisco e na Cidade do México.

"El Vic" foi capturado sem violência e com identidades falsas, além de alguns entorpecentes, detalhou Lira.

O cartel de Sinaloa, um dos mais poderosos do México, está envolvido em uma violenta disputa entre os filhos de "El Chapo", considerados herdeiros "naturais" da organização, e a facção do também preso Dámaso López Núñez, apelidado "El Licenciado", que foi o braço direito de Guzmán.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP