Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(20 ago) O meia Casemiro, em partida contra o La Coruña

(afp_tickers)

De paredão defensivo a arma secreta para furar os bloqueios adversários, o brasileiro Casemiro não só dá segurança ao meio de campo do Real Madrid, mas também vem se mostrando um jogador capaz de fazer a diferença no ataque, como fez contra o La Coruña.

"Ele tem disso, pode chegar quando estamos no campo adversário, na bola parada ou em jogadas de cruzamento na área", elogiava o técnico do Real, o francês Zinedine Zidane.

Satisfeito com a estreia de sua equipe na Liga espanhola, na qual venceu no domingo por 3 a 0 o La Coruña, Zidane fez questão de exaltar o autor do segundo gol, após seu time trocar 44 passes até a bola parar nas redes.

No lance, Casemiro deu o primeiro passe após receber a bola do goleiro Keylor Navas e, um minuto e meio depois, apareceu na área para concluir um passe do companheiro Marcelo.

"Fico feliz pelo gol, mas esse não é seu principal trabalho e todos sabemos disso", explicou Zidane, lembrando que 'Case' é o pilar de proteção da defesa do Real.

Isto não vem impedindo, pelo menos por enquanto, Casemiro de deixar sua marca lá na frente. O brasileiro marcou dois gols nas quatro partidas oficiais do Real Madrid na temporada, se tornando o artilheiro da equipe ao lado do jovem Marco Asensio.

Casemiro foi o autor do primeiro gol da vitória por 2 a 1 do Real sobre o Manchester United, em 8 de agosto, na disputa da Supercopa da Europa, e o segundo neste domingo diante do La Coruña.

No total, são oito gols em 2017, cinco deles na Liga espanhola.

- 'Faz os companheiros melhores' -

Revelado pelo São Paulo, Casemiro se tornou uma peça-chave na equipe madrilenha, na qual chegou em 2013 para jogar no time B.

"Ele chegou fora de forma, foi difícil colocar ele em forma, mas quando adquiriu seu nível, mostrou o grande jogador que é", analisou o técnico do time B do Real, Alberto Toril, em entrevista à rádio Marca.

"Casemiro não tem um futebol vistoso, mas ele tem a capacidade de fazer os companheiros melhores", completou.

Após renovar contrato com o Real, o volante brasileiro foi emprestado ao Porto, no qual teve oportunidade de ganhar experiência ao mais alto nível do futebol europeu. Em 2015-16, voltou para Madri para fazer parte da equipe principal.

De volta à Espanha, Casemiro começou a brilhar no Real assim que Zidane assumiu o comando da equipe, no início de 2016.

"O que o Casemiro nos dá, principalmente, é equilíbrio", afirmou Zidane, explicando que a missão principal do brasileiro é dar segurança defensiva ao meio de campo.

O ex-craque francês não esconde sua admiração por Casemiro. "Ele não cansa, em 24 horas já está pronto para jogar novamente" e "ele está em todas as partes do campo" são frases que Zidane já soltou para elogiar o comandado.

Trabalhador e perseverante, Casemiro dá tudo de si em campo a cada jogo, para deleite dos torcedores do Real, e parece destinado a seguir tendo grande protagonismo na equipe de Zidane.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP