AFP

(Arquivo) O Catar anunciou nesta segunda-feira a abertura de duas rotas marítimas com Omã para evitar o bloqueio dos Emirados Árabes, cujos portos estão fechados ao país como consequência da crise diplomática

(afp_tickers)

O Catar anunciou nesta segunda-feira a abertura de duas rotas marítimas com Omã para evitar o bloqueio dos Emirados Árabes, cujos portos estão fechados ao país como consequência da crise diplomática.

As duas rotas anunciadas pela autoridade portuária do Catar unirão o porto de Hamad, em Doha, aos portos de Sohar e Salalah, em Omã.

Hamad está a 778 km de Sohar e a 2.095 km de Salalah.

Em 5 de junho, três países do Conselho de Cooperação do Golfo (CCG) - Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Bahrein - romperam relações diplomáticas com o Catar, mas dois - Kuwait e Omã - decidiram não fazê-lo.

Durante décadas, os portos dos Emirados Árabes serviram como ponto de trânsito das importação ao Catar.

Os países que romperam relações com o Catar, em alguns casos com restrições comerciais, justificaram a sua decisão com acusações de que Doha apoia o "terrorismo" e está se aproximando do Irã, afirmações negadas pelas autoridades do país.

AFP

 AFP