Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O ministro das Relações Exteriores de El Salvador, Hugo Martínez, em Bruxelas, em 7 de março de 2017

(afp_tickers)

A Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac) convocou uma reunião extraordinária para 2 de maio a pedido da Venezuela para analisar a situação no país, anunciou a chancelaria de El Salvador, que exerce a presidência temporária da organização.

A reunião, de ministros das Relaciones Exteriores do organismo regional, acontecerá em San Salvador.

Na terça-feira, a chanceler venezuelana enviou ao colega salvadorenho Hugo Martínez uma carta em que solicitava a convocação em caráter de urgência.

"El Salvador está disposto a apoiar todos os esforços de diálogo nos diferentes espaços", disse Martínez, antes de completar que "a atual situação na Venezuela será o tema único da reunião".

O chefe da diplomacia salvadorenha disse ainda que se a Organização dos Estados Americanos (OEA) decidir convocar uma reunião de chanceleres sobre a Venezuela, El Salvador "apoiaria a convocação", caso isto leve a "superar a difícil situação" no país.

A OEA examinará nesta quarta-feira, em uma sessão extraordinária de seu Conselho Permanente em Washington, um possível encontro de chanceleres em meio aos protestos que sacodem a Venezuela.

Em quatro semanas de manifestações no país, 26 pessoas morreram e centenas ficaram feridas ou foram detidas.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP