AFP

O presidente americano, Donald Trump

(afp_tickers)

Cerca de 200 representantes democratas denunciaram nesta quarta-feira ante a Justiça o presidente Donald Trump, quem acusam de se aproveitar do cargo para obter benefícios financeiros provenientes do exterior.

Esta é a segunda queixa apresentada esta semana por este motivo contra o presidente americano: o estado de Maryland e a capital Washington fizeram a mesma coisa na segunda-feira, e o acusaram de aceitar pagamentos de governos estrangeiros através de seu império imobiliário.

Desta vez, 30 senadores e 166 representantes da câmara baixa, todos democratas, se associaram em ações judiciais que se baseiam numa cláusula constitucional que proíbe que a pessoa em um cargo público aceite presentes de qualquer tipo por parte de um Estado estrangeiros sem o consentimento do Congresso.

Os autores da ação alegam, por exemplo, que delegações estrangeiras se hospedam no hotel internacional Trump de Washington, e que governos estrangeiros compraram ou alugaram espaços construídos pelo grupo Trump.

AFP

 AFP