Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O chanceler alemão, Sigmar Gabriel

(afp_tickers)

O chefe da diplomacia alemã, Sigmar Gabriel, acusou partidários do poder turco de terem ameaçado sua mulher por causa de uma declaração agressiva do presidente Recep Tayyip Erdogan.

"Da forma que o senhor Erdogan faz as coisas, algumas pessoas se sentem claramente motivadas a ameaçar e atormentar minha esposa. A mim parece um fato grave", declarou a um canal de TV local, sem revelar detalhes sobre as citadas ameaças.

Gabriel fez referência a um agressivo ataque lançado por Erdogan em reação a acusações de ingerência feitas pelo Governo alemão.

"Sigmar Gabriel não conhece seus limites! Quem é você para falar assim com o presidente da Turquia?", protestou Erdogan em um discurso televisado.

As relações entre Alemanha e Turquia vivem um mento delicado, principalmente desde o fracassado golpe de Estado na Turquia e as críticas alemães que se seguiram ao levante. Ancara acusa Berlim de proteger terroristas.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP