Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O ministro chinês das Relações Exteriores, Wang Yi, em Pequim, em 30 de agosto de 2017

(afp_tickers)

O chanceler da China, Wang Yi, vai visitar o Panamá no próximo fim de semana, na primeira reunião de alto nível desde que os dois países estabeleceram relações diplomáticas em junho, afirmou nesta segunda-feira o governo panamenho.

Wang Yi vai chegar ao Panamá na tarde de sábado 16 de setembro, dia em que vai ter uma audiência privada com o mandatário Juan Carlos Varela no Palácio das Garças, sede do governo.

No domingo, o chanceler chinês vai encabeçar a delegação de seu país, que vai se reunir com autoridades locais no Primeiro Mecanismo de Consultar Políticas entre as duas nações.

Nesse espaço, "vai se buscar avançar na agenda bilateral de Panamá e China", disse a chancelaria do país num comunicado.

Entre os assuntos na pauta estarão o "estímulo à realização de acordo de negociação para potencializar o intercâmbio turístico, os laços comerciais, a relação no âmbito marítimo e acordos em matéria diplomática", segundo a nota.

Wang Yi também vai visitar o Canal do Panamá e vai realizar um sobrevoo com Varela sobre áreas turísticas e projetos com potencial de participação de empresas chinesas, completa o comunicado.

O Panamá anunciou, em 12 de junho, o estabelecimento de relações diplomáticas com a China após romper laços com Taiwan, que é considerada uma província rebelde por Pequim e reconhecida apenas por vinte países.

Cerca de 30 empresas chinesas de telecomunicações, transporte marítimo, bancos e construção operam no Panamá.

A China é o segundo maior usuário do Canal de Panamá, atrás dos Estados Unidos. Também é seu quarto principal parceiro comercial e o maior provedor da zona franca de Colón, no Caribe, uma das principais da região.

O Panamá exporta mais de 50 milhões de dólares em produtos para a China e importa por volta de 1,183 bilhão de dólares.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP