Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O ex-premiê espanhol José Luís Rodríguez Zapatero (dir.), o presidente Nicolás Maduro e a chanceler Delcy Rodríguez conversam sobre as eleições no país, no Palácio Miraflores, em Caracas, em 5 de dezembro de 2015

(afp_tickers)

A chanceler da Venezuela, Delcy Rodríguez, agradeceu à Europa, neste domingo (10), "pelo apoio" às negociações para que se inicie o diálogo entre o governo de Nicolás Maduro e a oposição sobre a crise política do país.

Durante uma reunião em Caracas com o ex-chefe de governo espanhol José Luis Rodríguez Zapatero, "agradecemos pelo apoio (da) Alta Representante da União Europeia, Federica Mogherini, ao diálogo promovido por Maduro", relatou a ministra, em sua conta no Twitter.

Segundo ela, Mogherini considerou "uma boa notícia" a possibilidade de encontros entre partidários e adversários do presidente venezuelano.

Rodríguez Zapatero lidera uma missão internacional que promove o entendimento nesse país, a pedido da União de Nações Sul-Americanas (Unasul).

Na sexta-feira (8), ao chegar a Caracas, Zapatero disse que pretendia se reunir em separado com ambas as partes para organizar um eventual contato, possivelmente na terça (12). Ainda não houve qualquer anúncio formal sobre o início das conversas.

Em nota divulgada hoje, a Unasul destacou que há "vontade de reconciliação" e classificou de "positiva" a disposição de "Maduro e de seus representantes designados".

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP