Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O ministro paraguaio do Exterior, Eladio Loizaga, em Assunção, no dia 22 de setembro de 2015

(afp_tickers)

Os chanceleres de Brasil, Paraguai, Argentina e o vice-chanceler do Uruguai se reuniram, nesta terça-feira, em Assunção, para discutir a estratégia do Mercosul nas negociações previstas para acontecer com a União Europeia em 1º e 2 de outubro.

"Há muita expectativa com o que se vê que está para vir para o Mercosul e para a União Europeia", depois da reunião que também será realizada em Assunção, afirmou o ministro das Relações Exteriores do Paraguai, Eladio Loizaga, em declarações à imprensa.

"Consideramos que é o momento propício, para que negociações que estiveram por um longo tempo paradas sejam retomadas novamente", acrescentou.

Os ministros do Brasil, Mauro Vieira; da Argentina, Héctor Timerman; o vice-chanceler uruguaio, José Luis Cancela, e o anfitrião, Loizaga, reuniram-se com intervalos de duas horas e meia na sede da Chancelaria.

O chanceler uruguaio, Rodolfo Nin Novoa, esteve ausente, já que estava no Equador como mediador na crise entre Colômbia e Venezuela.

Segundo o chanceler paraguaio, validaram "todo o trabalho que vinha sendo feito em matéria de negociações entre a União Europeia e o Mercosul", realizado pelas equipes técnicas.

Essa reunião de Assunção foi acertada em Bruxelas, antes da apresentação de ofertas entre os dois blocos agendada para novembro, lembrou Loizaga.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP