AFP

O secretário-geral da Liga Árabe Ahmed Abul-Gheit

(afp_tickers)

O secretário-geral da Liga Árabe apelou neste sábado por uma contenção da escalada de violência na Síria, um dia após um bombardeio inédito dos Estados Unidos atingir uma base do exército de Bashar Al-Assad em represália por um suposto ataque químico.

Os Estados Unidos bombardearam na sexta-feira uma base militar do exército sírio, em resposta a um suposto ataque químico pelo qual responsabilizaram o regime sírio contra a cidade rebelde de Khan Sheikhun (noroeste), que deixou na terça-feira ao menos 87 mortos.

"A Liga rejeita as tentativas das potências regionais e internacionais de politicagem às custas dos cadáveres dos sírios, em detrimento da soberania síria", indicou aos jornalistas o chefe da instituição pan-árabe com sede no Cairo, Ahmed Abul Gheit, sem citar as potências às quais se referia.

"Pedimos a todas as partes que acalmem esta perigosa escalada que busca maximizar os ganhos políticos, sem (que exista) uma preocupação real pelo sofrimento do povo" sírio, acrescentou.

AFP

 AFP