Navigation

Chefe da ONU "decepcionado" com resultados da cúpula do G20

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, em 24 de setembro de 2020 em Nova York afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 23. novembro 2020 - 21:13
(AFP)

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, está "decepcionado" com os resultados da cúpula do G20 sobre mudança climática e dívida externa, embora tenha saudado os compromissos relacionados às vacinas covid-19, disse nesta segunda-feira seu porta-voz.

Guterres está "satisfeito" que a cúpula organizada neste fim de semana pela Arábia Saudita resultou em "um forte compromisso" no comunicado final "para tornar as vacinas covid-19 um bem público global e promessas financeiras para (o programa) Covax, embora a falta de dinheiro persista", disse Stéphane Dujarric em sua coletiva diária.

O programa global de imunização, apelidado de Covax e co-liderado pela Gavi (Vaccine Alliance), ainda precisa de cerca de 4 bilhões de dólares para garantir a distribuição equitativa de vacinas e equipamentos médicos.

"Com respeito à dívida, o comunicado de imprensa final é um passo na direção certa, mas o secretário-geral o considera insuficiente", acrescentou o porta-voz, indicando que "ele gostaria de ver iniciativas mais abrangentes sobre dívida e liquidez".

Os líderes do G20 “prometem implementar” uma iniciativa de suspensão do serviço da dívida já adotada que permite aos países menos desenvolvidos adiarem o pagamento de juros até junho de 2021.

Antes da cúpula, Antonio Guterres havia pedido que essa suspensão fosse estendida aos países de renda média em grande dificuldade e durasse até o final de 2021.

O G20 limitou-se a "examinar" essa questão. Dujarric também especificou que "na questão das mudanças climáticas, [Guterres] está decepcionado com o texto final que não reflete o movimento global observado na comunidade empresarial e entre vários governos com respeito à neutralidade de carbono."

Partilhar este artigo