AFP

David Friedman, novo embaixador americano em Israel, beija o Muro das Lamentações, em Jerusalém, em 15 de maio de 2017

(afp_tickers)

David Friedman, próximo de Donald Trump e conhecido por suas posições polêmicas em favor da colonização israelense dos territórios palestinos, chegou nesta segunda-feira em Israel para tomar posse como embaixador dos Estados Unidos, indicou uma fonte oficial israelense.

O ministério das Relações Exteriores de Israel confirmou sua chegada. Friedman deve entregar na terça-feira suas credenciais ao presidente israelense, Reuven Rivlin, para formalizar a sua acreditação.

Uma das primeiras questões levantadas em sua chegada é se ele irá trabalhar em Tel Aviv ou em Jerusalém.

Este advogado judeu, defensor da colonização e da anexação por Israel de partes da Cisjordânia ocupada, defendeu a transferência da embaixada americana de Tel Aviv para Jerusalém, rompendo com a política histórica dos Estados Unidos, que também é a da grande maioria da comunidade internacional.

O status de Jerusalém é de fato um dos mais espinhosos problemas do conflito israelense-palestino.

AFP

 AFP