Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Vista de Santiago, Chile, no dia 5 de junho de 2015

(afp_tickers)

As autoridades sanitárias do Chile confirmaram nesta quarta-feira um surto de sarampo no país, que sediará a Copa América-2015 e receberá, a partir de quinta-feira, milhares de torcedores das 12 seleções participantes.

O surto foi confirmado depois que um quinto infectado foi testado positivo para o vírus nas duas semanas em Santiago, proveniente da mesma cepa de contágio: o H1, que circula atualmente na China, como confirmado por Bernardo Martorell, subsecretário do ministério da Saúde chileno.

"O ministério da Saúde considera a situação como um surto", observou Martorell em declaração, advertindo que "esta definição não altera substancialmente as medidas tomadas para combater a doença".

As autoridades chilenas mantiveram o esquema de vacinação das crianças aos 12 meses e aos seis anos. Junto a uma recomendação para a vacinação dos chilenos nascidos entre 1971 e 1981 que viajam para países onde os surtos foram registrados.

O sarampo é uma doença infecciosa causada por um vírus e é transmitida de pessoa para pessoa com muita facilidade. Ela pode causar sérias complicações, como pneumonia.

A infecção é transmitida por contacto direto, enquanto o período de incubação da doença é de sete a 21 dias.

AFP