Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) O rádio-telescópio Atacama Large Millimeter Array (ALMA) no deserto do Atacama, no Chile, no dia 12 de março de 2013

(afp_tickers)

O governo chileno apresentou nesta quarta-feira o projeto "Espaço Universo", um espaço interativo dedicado à astronomia que será inaugurado em 2017, com a intenção de promover o país como destino para o turismo astronômico a nível global.

Sobre uma superfície de 700 metros quadrados, serão distribuídos 50 módulos de exposições permanentes para revelar os mistérios da formação de estrelas e de galáxias, assim como para mostrar diferentes tipos de observação do céu que vão refletir "as vantagens do território chileno como lugar privilegiado para a exploração do cosmos", afirma um comunicado da Imagem do Chile, instituição estatal de promoção do país no exterior.

O espaço, que fará parte do Museu Interativo Mirador de Santiago, pretende se converter no principal centro do tipo na América Latina, segundo seus criadores, e terá um investimento inicial de dois milhões de dólares.

O museu "oferecerá, através de realidade virtual, a possibilidade de ser ejetado da Terra e escolher entre viajar para o Sol ou para Júpiter", prometem seus criadores.

Contará, ainda, com um espaço para a projeção da Via Láctea sobre um muro de mais de 200 metros quadrados. Em outro setor do centro, serão promovidas as qualidades do céu do norte chileno, que o transformam em "um verdadeiro paraíso para a observação astronômica" devido à sua claridade.

Graças a esta característica, o norte chileno abriga alguns dos maiores e mais potentes telescópios do mundo, situados no deserto do Atacama.

O Atacama Large Millimeter/subillimeter Array (ALMA), por exemplo, permite a cientistas do mundo todo trabalharem para descobrir e entender os segredos do universo com a detecção de cometas, avanços na formação de planetas e buracos negros, assim como outros detalhes que jogam luz sobre a vida no nosso planeta.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP