Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

A China lançou neste domingo um novo tipo de foguete, que servirá principalmente para colocar satélites em órbita

(afp_tickers)

A China lançou neste domingo um novo tipo de foguete, que servirá principalmente para colocar satélites em órbita, anunciou a imprensa oficial.

Pequim tem um orçamento de bilhões de dólares para o programa espacial, considerado um símbolo da força do país e do governo comunista.

O novo foguete, que recebeu o nome Longa Marcha 6, foi lançado de uma base na província setentrional de Shanxi. Transportava 20 "micro satélites", segundo a agência estatal Xinhua.

O foguete tem 29,3 metros de altura e utiliza combustível constituído por uma mistura não contaminante de oxigênio líquido e querosene, de acordo com a imprensa oficial.

Os "micro satélites" têm como missão realizar experimentos de tecnologia e novos produtos.

O governo anunciou em 2011 que o Longa Marcha 6 teria capacidade de carga de uma tonelada e poderia entrar em órbita a uma distância máxima de 700 km.

Entre os objetivos mais ambiciosos de Pequim estão o envio de uma sonda a Marte por volta do ano 2020, uma estação orbital permanente até 2022 e o envio de um homem à Lua depois de 2025.

AFP