Navigation

China diz ao Uruguai que sua vacina estará disponível sem lista de espera

Voluntário se submete a teste clínico na África do Sul, em 4 de maio de 2020 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 09. setembro 2020 - 17:03
(AFP)

O presidente da China, Xi Jinping, garantiu nesta quarta-feira (9) ao seu par uruguaio, Luis Lacalle Pou, que sua vacina contra a covid-19 estará disponível para todos os países e sem lista de espera.

A China "se conscientizou que, uma vez que tenha a vacina contra o coronavírus", esta será "um bem público de caráter global", disse o chanceler uruguaio, Francisco Bustillo, em coletiva de imprensa na qual informou sobre a conversa telefônica entre os dois presidentes.

Isso significa que "a vacina estará disponível para todo o mundo sem distinção, sem a necessidade de entrar numa lista de espera", afirmou. No entanto, esclareceu que não se falou sobre valores.

O ministro destacou que a maior parte da conversa de 30 minutos entre Lacalle Pou e Xi Jinping girou em torno da possibilidade de fortalecer os vínculos comerciais entre ambos os países.

"É clara e decidida" a intenção dos dois presidentes de aprofundar esses laços, afirmou, enfatizando que "é uma notícia muito boa, levando em conta que 30% das exportações do Uruguai têm a China como destino".

Também abordaram a possibilidade de que o gigante asiático fortaleça seus laços com o Mercosul.

Questionado sobre se esta aproximação poderia substituir o acordo comercial atualmente paralisado do bloco sul-americano com a União Europeia, Bustillo disse que é "o contrário".

"Eu, se fosse europeu, me apressaria para assinar rapidamente o acordo e chegar primeiro que a China para aprofundar a relação" com o Mercosul, então "pelo contrário, é um incentivo a mais para continuarmos nos aproximando", afirmou.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.