AFP

O ministro das Relações Exteriores chinês, Wang Yi, em Atenas, em 23 de abril de 2017

(afp_tickers)

O ministro das Relações Exteriores chinês, Wang Yi, exigiu nesta quarta-feira o fim das manobras militares conjuntas dos Estados Unidos e Coreia do Sul, asssim como do programa armamentista nuclear da Coreia do Norte, para acalmar os ânimos na península.

"Por um lado, temos que parar as atividades nucleares da Coreia do Norte, que são uma clara violação das resoluções da ONU, mas, por outro, as manobras em grande escala em águas coreanas também devem parar pois igualmente não respeitam as resoluções quanto à questão", afirmou em uma coletiva de imprensa em Berlim ao lado de seu colega alemão Sigmar Gabriel.

"O perigo de que comecem novos conflitos a qualquer momento é grande, por essa razão pedimos a todas as partes que demonstrem sangue frio e evitem qualquer ato que poderá levar a novas provocações", alertou.

AFP

 AFP