Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O astronauta chinês Yang Liwei, em 2003

(afp_tickers)

A China lançou nesta quinta-feira ao espaço sua primeira nave de abastecimento, como parte dos seus planos ambiciosos de construir uma estação permanente até 2022.

A nave, batizada Tianzhu-1 ("Barco celeste") foi propulsada através do foguete Longa Marcha 7, que decolou do centro de lançamento de Hainan (sul) às 19H41 locais (08H41 de Brasília).

Centenas de espectadores, que se concentraram perto do local de lançamento, comemoraram com gritos e aplausos quando a nave atravessou o céu noturno.

A Tianzhu-1 é a primeira nave de carga criada na China. Seu objetivo é se acoplar ao laboratório espacial chinês Tiangong-2 ("Palácio celeste"), em órbita desde setembro passado.

Este laboratório é a primeira etapa da construção de uma estação espacial tripulada, até 2022, quando a Estação Espacial Internacional (ISS) atual deixar de funcionar.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP